Pedra da Macela – Tudo o que você precisa saber sobre essa montanha.

by Fernando Barros
Pedra da Macela
95 / 100

A Pedra da Macela é uma montanha com 1.840 metros de altitude, localizada na Serra do Mar, na divisa entre Cunha SP e Paraty RJ. É o ponto mais alto da região e possui uma vista única para a baia de Paraty, sendo um local perfeito para ver o nascer do sol no mar.

Apesar de ser uma subida íngreme, não possui nenhuma dificuldade técnica, a trilha para o topo da Pedra da Macela é curta e de navegação muito simples. Tem um diferencial super especial que é poder fazer acampamento selvagem no seu cume. Então considero ela como uma montanha ideal para quem quer começar a subir montanhas levando equipamento completo de camping autônomo.

Por esse motivo a Pedra da Macela, foi a montanha que escolhemos para ser a primeira experiência de trekking e camping selvagem com a nossa bebê Gabi, quando ela estava perto dos 2 meses de vida.

E assim fomos: Eu a Marcela, a Gabi e o nosso cachorro!

Nascer do Sol na Pedra da Macela
A família toda na Pedra da Macela: Má, Gabi e Polo

VEJA O NOSSO VÍDEO SOBRE COMO FOI A NOSSA SUBODA NA PEDRA DA MACELA E SIGA NOSSA PÁGINA NO YOUTUBE!

Distância e altimetria

  • A trilha tem um total 5,5 km ida e volta, considerando o início da porteira aonde é possível ir de carro.
  • São por volta de 300 metros de subida acumulada em 2,7km, ou seja, é uma bela inclinação. A trilha da Pedra da Macela começa mais ou menos a 1.440 m de altura e chega até 1.840m
  • Algumas pessoas começam a caminha da estrada principal, aonde é possível chegar de ônibus, ou carona, mas assim o trekking vira 14km ida e volta e aumenta bem a subida acumulada.

Duração

Depende muito se você for com mochila pesada para acampar no cume ou for sem nada para fazer um bate e volta.

  • Sem peso e andando firme em 45 minutos você chega.
  • Nos levamos 1h30 de subida. Fomos lentos. Eu carreguei quase 40kg pois estava levando o equipamento para todos (Eu, Marcela, Gabi e cachorro) já que a Má ainda estava se recuperando da cesariana.
  • Descemos em 1 hora.

Como chegar no início da trilha da Pedra da Macela

  • Para quem vem pela Rodovia Dutra, peque a saída 65 para a SP 171, sentido Cunha/Paraty. Passando entrada da cidade de Cunha +- 20km no km 65,5, existe uma estrada de terra de mais ou menos 5km até o início da trilha. Para servir de referencia essa estrada é que leva também para cervejaria Wolkenburg Brewery.
  • A estrada termina em uma porteira e você pode deixar o carro por ali mesmo, tem espaço para alguns carros. A trilha começa exatamente nessa porteira. Ela fica trancada, mas existe um espaço na lateral para passar pessoas.
  • É possível chegar com carro comum até a porteira, vi alguns lá, mas são muitos buracos, pedras e poças de água bem grandes, se choveu antes.

Navegação e dificuldade

  • A navegação é muito fácil, só é preciso subir uma estrada, que um dia já foi pavimentada e agora está se desfazendo. Chegando no portão da torre de transmissão da Companhia energética de Furnas, pegue uma trilha a direita (tem placa sinalizando) e uns 100 metros você chega.
  • Não é preciso de guia a não ser que você queria a facilidade de todo o serviço agregado, como carregador, fazer sua comida e coisas assim.
  • Vá com um calçado adequado pois o concreto antigo que restou da estrada é bem escorregadio, com limo em vários lugares.
  • Este é a nossa marcação de GPS: Pedra da Macela wiklock

Aonde dormir

Pedra da Macela
  • Algumas agencias de turismo, para o cliente não ter o “desconforto” de não ter banheiro na montanha, fazem você acampar no quintal de uma pousada na estrada de terra que leva até o inicio da trilha.
  • Para mim o especial da Pedra da Macela é justamente poder acampar no topo da montanha e montar s sua barraca com a vista para o nascer sol. Então se você nunca fez camping selvagem, considere essa como sendo a oportunidade ideal.
  • Se você quer dormir em alguma cidade próxima antes ou depois da trilha, Cunha é a melhor opção. Existem várias pousadas e é uma cidade bem agradável para visitar.

No topo existem duas áreas de campings

  • Um local descampado de uns 6 x 4 metros de dimensão e cabem mais barracas juntas, que fica logo ao lado da Torre de transmissão na trilhazinha que leva até beira da Pedra da Macela
  • Na Pedra da Macela em alguns locais espalhados nos platôs. Foi em um desses que montamos a nossa barraca. São os locais mais especiais pois você consegue deixar ela virada para uma vista maravilhosa

Água

  • Existe apenas um ponto de abastecimento de água e fica exatamente a 50 metros do início da trilha. É um riacho bonitinho e com água limpa.
  • No topo não tem água. Então você precisa levar lá para cima o que for consumir. A quantidade necessária é relativa, mas considerando quem for dormir e cozinhar, uns 4 litros por pessoa é uma quantidade que não vai fazer você precisar ficar economizando goles.

O que levar

Equipamentos Pedra da Macela
Um pouco do que levamos

Bom, nada de especial além do que se levaria para um camping selvagem de 1 dia.

  • Barraca pequena, pois assim você consegue se encaixar em algum local com vista bacana. Nos finais de semana, lota a Pedra da Macela e as vezes fica difícil achar um local.
  • Leve um “shit-tube”. Caso você não saiba o que é isso. É um compartimento feito de tubo PVC feito para guardar suas fezes e levar de volta. Lá não existem muitos lugares para enterrar suas necessidades e como também muita gente visita a Pedra da Macela, fazer isso é o melhor para a natureza e para todos.
  • Recipiente para uns 4 litros de água por pessoa, pois não existe como pegar água no topo e nem próximo dele.
  • Na temporada de montanha (nosso inverno) faz frio lá encima, mesmo considerando que você estará tão próximo da costa, então vá preparado para isso. Pegamos uns 10-12 graus na madrugada.
  • A trilha é totalmente exposta ao sol, sem nenhuma sombra, então leve, protetor solar e boné.

Para o bebê

Barraca KidCo

Dia a dia da trilha para a Pedra da Macela

1° Dia 03/04/2019 | São Paulo – Pedra da Macela

Pedra da Macela a noite
Marcela amamentando a Gabi na Pedra da Macela

O plano era sair de São Paulo a tempo de pegar o pôr do Sol no cume, mas como sempre demoramos muito para sair e organizar tudo. Cachorro e bebê indo para uma trilha com camping selvagem, imaginem a confusão!

Chegamos no início da trilha já à noite, levamos mais de 4 horas de viagem e o plano de ver o pôr do sol micou. Começamos a subir perto das 20:00, com lanternas de cabeça e uma lâmpada da barraca presa na coleira do Polo. Foi engraçado, ele sumia na frente e a luz servia como um localizador para nós.

Subir durante a noite no final das contas foi a melhor opção para nós. Eu estava muito pesado e como a trilha não tem sombra em nenhuma parte, escapar do sol forte na cabeça foi perfeito! De qualquer forma a subida foi dura para mim, a mochila estava monstruosa, com ração para o cachorro, água para todos, comidas, panelas, fogareiro, barraca, colchonetes, saco de dormir, fraldas, cremes, remédios roupas e etc… com certeza carreguei muito mais peso do que era necessário, pois como foi a primeira vez que fazíamos isso com a Gabi, queríamos estar preparados para tudo.

Chegamos no cume e conseguimos montar a barraca em um platô bem especial, tinham só nós e mais um casal lá encima.

2° Dia 04/04/2019 | Nascer do sol na Pedra da Macela e volta para São Paulo

IMG 7836

Acordamos com a luz do nascer do sol começando a iluminar nossa barraca, foi maravilhosamente perfeito esse jeito de acordar. Fomos lentamente despertando e tivemos a supresa de um visual incrível ao abrir o zíper da barraca.

O céu estava aberto, sem nuvens e dava para ver toda a baia de Paraty. O horizonte estava tão aberto que acho que vimos até a pedra da Gávea no Rio de Janeiro. Não tenho certeza, mas era bem provável que fosse.

Ver a Gabi, toda empacotadinha, com essa paisagem de fundo foi bem emocionante. Era a experiência em família que queríamos ter. Sentir que poderíamos voltar a explorar as trilhas e montanhas pelo mundo como sempre fizemos, agora com a nossa filha junto de nós. Que isso era possível, e extremamente saudável tanto para ela como para nós. Como valeu a pena estar la encima com ela!

Dicas Gerais

  • Optamos em ir na quinta-feira para escapar da muvuca do final de semana. E isso fez muita diferença, acampamos só com mais um casal e foi super tranquilo. Se você puder se programe assim.
  • Não deixe comidas os coisas para fora da barraca a noite. Lá existem 2 burros que ficam circulando por todo lado e aparecem as vezes. Eles provavelmente vão comer suas coisas.
  • O óbvio, mas não custa reforçar, leve o mínimo de coisas possível. Subir leve pode ser a diferença entre prazer e perrengue.
  • Se possível posicione a sua barraca para o leste, para ter o nascer do sol “lhe dando bom dia”.
  • O óbvio também: leve todo seu lixo de volta (lá não tem lixeira e ninguém para recolher) inclusive suas necessidades (para isso fazer um shit-tube é uma ótima)

You may also like

1 comment

5 Trilhas Em São Paulo Para Fazer Com Crianças - Blog Da Aventura 28 de setembro de 2020 - 14:16

[…] Leia o post completo de como foi essa experiência: PEDRA DA MACELA, TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER […]

Reply

Leave a Comment